ACELERAR

Desafios da Atenção Básica no SUS

A reorganização do processo de trabalho na APS no contexto da epidemia deve ser feita de modo a preservar os seus atributos (acesso, longitudinalidade, coordenação do cuidado, abordagem familiar e abordagem comunitária) e manter o contato das pessoas com os profissionais de saúde, seja para detectar precocemente a infecção por Covid-19, monitorá-la, garantir a continuidade dos cuidados, especialmente dos usuários com doenças crônicas não transmissíveis e daqueles acometidos das síndromes pós-covid.

A iniciativa “Desafios da Atenção Básica no enfrentamento da pandemia de Covid-19 no SUS” foi realizada com o objetivo de identificar os principais constrangimentos e as estratégias de reorganização da atenção primária à saúde/ atenção básica neste contexto, a partir de um estudo transversal, no formato de inquérito, com uma amostra representativa das Unidades Básicas de Saúde (UBS) brasileiras.

A pesquisa foi conduzida por pesquisadoras e pesquisadores da USP, Fiocruz, UFPEL, UFMG e UFSC, com apoio financeiro da OPAS e da Associação Umane.

Resultados esperados:

0 %
de taxa de resposta
0
UBS participantes
0
evento de discussão dos achados relacionados a DCNTs e fatores de risco
0
artigo científico publicado

Resultados alcançados (jan/2022):

0 %
de taxa de resposta
0
UBS participantes

parceiros da iniciativa

Galeria