Pelos menos 44% das mortes de crianças são por doenças evitáveis